domingo, 28 de julho de 2013

Nota em defesa de Eike Batista!



Olá, tudo bem?

Obrigado pela sua visita e novamente espero que o conteúdo aqui apresentado no blog, possa fazer uma diferença na sua vida, em todos os aspectos. Um abraço especial para o casal Michael e Louren Smith da cidade de Austin no Texas/ EUA, que acompanham as postagens semanaisThank you friends!

O post de hoje é diferente. Resolvi pela primeira vez abordar um assunto que está estampado diariamente nos jornais desde o ultimo mês aqui no Brasil, que é sobre o empresário Eike Batista. 

Bom, primeiro considerei pertinente falar sobre ele, pois ele tem uma trajetória de prosperidade em sua vida e ao contrário do que todos vem fazendo, eu não irei desmoralizá-lo, ao contrário, seguirei em sua defesa. 

Alguns dos "alienados do mercado financeiro" (que só porque abrem o homebroker todos os dias, pensam que são iguais a George Soros ou Warren Buffett) dirão que eu devo ser um dos sócios de Eike Batista para agir em sua defesa e que devo estar alavancado com seus papeis, a estes, pensem como desejar.

O que penso é que as pessoas em sua grande maioria, estão muito longe ainda de amadurecer a consciência da prosperidade - tanto é que a criação desse blog, foi justamente uma tentativa para ajudar um pouco essa situação - somente alguns poucos se salvam dessa infeliz estatística. Infelizmente a mediocridade, a inveja, e tantos outros sentimentos negativos estão impregnados no DNA das pessoas e somente poucas, pouquíssimas pessoas se sobressaem e tornam-se definitivamente senhores de seu destino, capitães de suas almas. 

Os milhões que não conseguem, torcem para que ninguém mais consiga, e quando alguém consegue, minam as conquistas dizendo que foi sorte, que é roubado, que recebe ajuda de fulano, que tem informações privilegiadas de beltrano, etc.

Citando o grande Napoleon Hill, em A lei do Triunfo:

"Em todo campo de esforço humano, aquele que se destaca como primeiro, tem que viver a luz da publicidade. Onde quer que encontre liderança sob qualquer forma, a emulação e a inveja estarão sempre em campo. 

Quando o trabalho de um homem se torna padrão para todo mundo, se torna também um alvo para os invejosos. Se o seu trabalho é apenas medíocre, ninguém se importará com ele; mas se conseguir realizar uma obra-prima, milhões de faladores se preocupará com ele.

NINGUÉM PROCURA ULTRAPASSAR OU CALUNIAR UM ARTISTA CUJA A OBRA NÃO TRAZ EM SI A MARCA DE UM GÊNIO.

Muito tempo depois de realizar um grande trabalho, ainda os invejosos e desapontados continuam a gritar que não é possível realizá-lo.

O condutor é atacado justamente por ser o condutor! E o esforço para iguala-lo não é mais do que uma prova da sua liderança. 

NÃO CONSEGUINDO IGUALÁ-LO OU SUPERÁ-LO O VULGO PROCURA DESTRUIR OU DEPRECIAR O SEU TRABALHO, PORÉM NÃO FAZ MAIS DO QUE CONFIRMAR A SUPERIORIDADE DAQUELE QUE SE ESFORÇA POR SUPLANTAR."

O que vem acontecendo com Eike Batista está explicado nas linhas supracitadas.

Eike Batista, colocou a sua cabeça a prêmio quando resolveu empreender pelo bem do desenvolvimento do país, almejando a infraestrutura e o crescimento como um todo. Ele poderia ficar com seus bilhões vivendo de juros de aplicações como a maioria dos "intrépidos" fazem, mas não.

Ele preferiu usar a sua capacidade de empreender, seu tempo de vida, sua determinação para criar projetos de infraestrutura que em muito o Brasil está precisando, como estrutura portuária, geração de energia, indústria naval de base, logística para escoar a produção interna para o mundo e muitos outros empreendimentos, cuja iniciativa ele próprio tomou, mesmo sabendo que tais iniciativas deveriam ser tomadas a partir dos governos deste país há muito tempo e que infelizmente - para o atraso do Brasil - não foram tomadas.

Acredito que o que ele não esperava é que ao invés de reconhecimento por sua boa fé, prevalecesse o despeito, a ganância geral por todos.

Ele quer ser o homem mais rico do mundo, sim e daí? Ele não tem culpa das pessoas terem metas medíocres em suas vidas, ele tem a dele e quem ganha com isso é o Brasil e milhares de pessoas através da geração de empregos e desenvolvimento pleno.


Aí os "pseudo intelectuais financeiros" aparecem dizendo que ele está usando o dinheiro do povo, o sagrado dinheiro do BNDES!

Ora, e ele tomou EMPRESTADO o dinheiro do BNDES. Mas para que?
Para comprar um iate? Para comprar um jato? Para viajar pelo mundo de férias? 

Não.

Ele tomou o EMPRÉSTIMO para o desenvolvimento de suas empresas que diretamente atua no desenvolvimento do Brasil.

E para que existe o BNDES?

Existe para emprestar dinheiro a empreendedores que visam o desenvolvimento do Brasil através de seus empreendimentos.

O que há de anormal nisso? As taxas? A forma como foi concebido o financiamento? Outros pormenores que estão atrás dos bastidores? Isso para mim é hipocrisia, somente aqueles que sabem empreender, que possuem uma empresa, sabem como as coisas realmente funcionam aqui no Brasil. 
O que faz parecer é que alguns grupos estão realizando uma desmoralização de sua credibilidade e capacidade, fazendo com que o preço de suas empresas listadas em bolsa de valores se reduzam a valores insignificantes para posteriormente serem adquiridas a preços módicos e com estruturas já edificadas.

O mercado financeiro é IMEDIATISTA!

Tudo é para ontem. E como o próprio Eike Batista disse, foi um erro ter colocado as suas empresas em bolsa de valores, uma vez que elas tem um certo tempo de maturação e o mercado não é paciente o suficiente para esperar o tempo certo de colher os frutos.
Para os acionistas minoritários que ficam fazendo alardes sobre o dinheiro deles que viraram quase pó, eu sugiro estudar um pouco mais sobre uma ferramenta muito utilizada nas plataformas de operações em bolsa de valores que se chama STOP. 


Fazendo assim, faz lembrar da história do burro que vai atras da cenoura pendurada em sua cabeça, neste caso, podemos substituir a cenoura pelo lucro imediato.


Não foi o Barão de Mauá, quem tinha uma filosofia parecida com a do Eike Batista, e empreendeu por todas as direções do país e acabou por incomodar a elite parasitária da monarquia real?

Que com muito esforço procurou apoio internacional (Inglaterra), se empenhou para quebrar o empresário, que construiu ferrovias, desenvolveu as indústrias no país, construiu os primeiros estaleiros, estabeleceu as iluminações públicas, etc e tal. 

E, no caso do Barão de Mauá, a monarquia real preferiu quebrar o empresário cuja obra se mostrava maior e mais generosa para o Brasil do que fez a monarquia ao longo de toda a vida do império no Brasil.

Forçou o Barão a abandonar seus projetos, através das mais mirabolantes estratégias politicas, preferindo ver seus empreendimentos virarem sucatas por todos os cantos do país, com o intuito de apagar da memória do povo brasileiro, este ilustre empreendedor que na época da monarquia ofuscava o monarca D. Pedro II com empreendimentos que muito colocaria o Brasil entre as mais avançadas e desenvolvidas nações do Mundo. 

É por acaso ganância se o Eike Batista queria ou queira ser um Barão de Mauá ou até melhor que ele?

E, hoje, a historia se repete com o Eike Batista, mas quem são esses monarcas que estão por trás da sua temporária derrota? Quem são os que impedem o Brasil de se desenvolver e criar suas próprias indústrias, suas estradas, ferrovias e estaleiros navais?

Tudo aponta para aqueles que veem o Brasil como meros exportadores de matéria prima para seus respectivos imperadores modernos, vulnerável a dependência constante dos capitais imperiais, que na volúpia das especulações globais devoram o dinheiro do nosso país, desestabilizando o nosso bem estar, para que lá na frente nós não venhamos a transformar nossas próprias riquezas em bens cuja utilidade traria retornos de grande proporção, senão, a tão sonhada “independência” que pelo visto até hoje não tivemos. 

Bem, esse é o post de hoje, o propósito nele contido é causar uma reflexão do que realmente temos como princípios e valores em nossas vidas. 

Nos elevarmos e conquistarmos os nossos objetivos? 

Criticar as pessoas que estão fazendo a diferença? 

Sermos medíocres e vivermos dentro de nossos casulos esperando a aposentadoria e o trem da morte chegar? 

Será que a vida é isso mesmo?

Vamos, você pode fazer a diferença, e ela começa com as suas atitudes, ouse fazer e o poder lhe será dado!

Sucesso,


Kleber Martins

"NINGUÉM PROCURA ULTRAPASSAR OU CALUNIAR UM ARTISTA CUJA A OBRA NÃO TRAZ EM SI A MARCA DE UM GÊNIO." - Napoleon Hill


2 comentários:

  1. Não perdi tempo lendo isto. Confesso que não li mesmo. Nenhuma linha. Mas, só pelo título é o típico texto de alguém que espera que Eike Batista ainda posssa fazer alguma coisa por ele (autor do texto). Puro e sinmplesmente isto. Basta vc dar uma passeadinha no Facebook do Eike Batista e vc vai ver que existe um farofeiro de primeira disfarçado de empresário. Alguém inclusive que, pelos próprios dizeres dos textos dele lá, considera vc a milésima coisa depois de nada. Agora, quando vou puxar saco de qualquer pessoa, e por sinal ela considerando o outro um lixo: NUNCA.

    ResponderExcluir
  2. Carlos, acredito que você deva ser um adolescente, a julgar pelo seu comentário, caso seja adulto, me perdoe a comparação.

    Primeiro de tudo, percebo que você tem uma opinião já formada, baseado em que? na mídia?

    Confesso que dei gargalhada quando li que você escreveu dizendo para que eu passasse no FACEBOOK DO EIKE BATISTA e ver o que ele postou. Me perdoe novamente, mas somente uma criança - ou alguém incluído digitalmente recentemente - para acreditar que uma pagina fake de humor do EIKE BATISTA no FACEBOOK é dele de fato.

    Conforme escrevi, (e você não leu) a maioria das pessoas preferem criticar ao invés de fazer algo, manipulados pela mídia, como o seu comportamento por exemplo.

    Gostaria de fazer uma pergunta para você:

    Você já foi pessoalmente visitar o superporto Açu? Você sabe como está o andamento das obras? Você sabe ao menos em qual estado do Brasil está localizado?

    Você conhece o Porto Sudeste pessoalmente?

    Desafio você a criar um átomo do que já foi realizado. Está frio? Vai começar o jogo daqui a pouco? Quem sabe no ano que vem? Eu não preciso provar nada para ninguém?

    De fato, prove unicamente a você, que você é capaz de gerar valor e de fazer a diferença na vida de muitas pessoas. Procure se autodesenvolver e buscar conhecimento diariamente e implemente aquilo que for aprendido por você, sempre. Faça a diferença porque aqueles que passam por essa vida sem atos dignos de memória, não são tão diferentes daqueles que nunca nasceram.

    Estou escrevendo essa resposta, unicamente em respeito aos próximos visitantes deste post, porque tenho a leve sensação que você também não vai ler.

    Sucesso,


    Kleber Martins


    ResponderExcluir